Cidades

Número de mortes por Covid-19 em Goianésia é proporcionalmente um dos piores do Brasil

Com três mortes nos últimos dias, Goianésia vive momentos dramáticos na luta contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Com 70 mil habitantes e 28 casos confirmados, a cidade é a terceira em Goiás que mais teve até agora pessoas infectadas. Perde apenas para Goiânia e Anápolis, cidades com população bem maiores.

Vale lembrar que a maioria dos infectados já está recuperada da doença. Cinco pessoas, no entanto, ainda estão lutando contra a Covid-19. A prefeitura não informa se estão todos em isolamento social ou internados.

Os números apresentados assim talvez não mostrem a real dimensão do problema. Se observados os dados do Ministério da Saúde, considerando o número de mortes, Goianésia supera Goiânia e a maioria das grandes cidades.

Se Goianésia fosse um estado, por exemplo, seria o 6º em número de mortos proporcionalmente. Ficaria atrás apenas do Amazonas, Pernambuco, São Paulo, Ceará e Rio de Janeiro.

Quando se olha para o número de mortos no estado de São Paulo – 2.247 pessoas – assusta. O que é justo. São Paulo, no entanto tem uma população de 44 milhões de pessoas. Esse mesmo susto não está sendo verificado quando se olha para Goianésia, com 3 mortos em um universo de 70 mil pessoas, o que proporcionalmente é alto bem alto também.

Como ilustração, Campinas, cidade paulista com 1 milhão de habitantes, teve 17 óbitos. São Gonçalo, no Rio de Janeiro, com 1 milhão de habitantes, teve 25 mortes por Covid-19.

Jornalista e Escritor

× Fale Conosco