14 de Março de 2018

Não à violência

Um livro um dia disse:
Da costela de Adão sairá sua companheira
Farás sua vontade
Será sua parceira

O homem feliz então ficou
Veio aquela formosura e o auxiliou
O tempo foi passando
Independente ela se tornou
E ela foi mudando

O homem parece que não gostou
Das transformações acontecidas
Diante do criador reclamou
Foi a mulher que tu me destes.

Dela achou que era dono,
E por assim achar, quis agredi-la
Então ela o tirou do trono
E não aceitou ser punida.

Uma lei foi criada
Para defender a vida
Muitos acham que tem o direito
De a mulher judiar
Mas isso não pode ser aceito
Temos que denunciar!
A mulher tem o dom da vida
E não da morte
Não pode ser punida
Por ser forte.

Não aceite ser judiada!
Quem te criou não te quer maltratada
É melhor ser só, do que
Mal amada
Denuncie!