A manhã desta terça-feira (1º) será lembrada pela história como o dia que a Fricó Alimentos fincou raízes em Goianésia. Foi realizado o lançamento da pedra fundamental da indústria no município.

O empresário Alcir Marques, proprietário da Fricó, fez questão de abrir uma unidade em Goianésia, por ser sua cidade natal e pelo apoio que recebeu da Prefeitura e da Câmara de Vereadores.

O pontapé inicial se deu com a aprovação junto à Câmara Municipal da lei 3.809, de 7 de julho de 2021, criando o programa “Industrializa Goianésia”, que cedeu terreno, na saída para Barro Alto, a preço subsidiado, possibilitando que a indústria possa erguer uma fábrica na cidade, gerando centenas de novos empregos.

Resolvida essa parte, faltava energia elétrica para que a indústria pudesse ser iniciada. Com investimento de R$ 38 milhões, por parte da Equatorial Energia, a Linha de Distribuição de Alta Tensão, ligando Furnas a Goianésia, foi inaugurada no dia 22 de junho, um marco histórico para a cidade.

A conquista só se tornou realidade graças às articulações do prefeito Leonardo Menezes e do deputado federal José Nelto, que fizeram gestão junto ao Ministério de Minas e Energia e a Aneel, mostrando a necessidade que Goianésia tem de uma energia de qualidade, sem quedas constantes e com alcance maior, possibilitando a instalação de novas empresas e indústrias, além dos projetos imobiliários. Significa segurança energética para Goianésia nos próximos anos.

Segundo estimativas da empresa, os investimentos na instalação devem ultrapassar a casa dos R$ 100 milhões de investimentos e a projeção de gerar mais de 80 empregos, já no início da operação, e 500 empregos quando a unidade estiver em pleno funcionamento.