ATUAÇÃO PARLAMENTAR

Deputado Antônio Gomide quer conscientizar jovens de 18 a 16 anos sobre a importância da doação de sangue

por

Os veículos de comunicação estão sempre noticiando falta de sangue nas unidades coletoras, principalmente em datas de feriados prolongados. Numa tentativa de resolver ou amenizar o problema, o Ministério da Saúde reduziu a idade mínima para doação de sangue de 18 para 16 anos com autorização do responsável. Com a medida, espera-se que aumente o número de doadores de sangue no País — de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), apenas 1,7% da população brasileira é doadora de sangue, sendo que o mínimo ideal seria 3%.

Atento à questão, o deputado Antônio Gomide (PT), em uma tentativa de permitir que os hemocentros goianos disponham de um nível mínimo necessário para o atendimento das demandas, apresentou o projeto nº4667/21, com o objetivo de instituir o programa Jovem Doador, para conscientizar os alunos do ensino médio e superior da rede estadual sobre a importância de se tornarem doadores regulares de sangue.

Se aprovada a proposta, a Secretaria da Educação e a Hemogo (Hemorrede de Goiás) ficarão responsáveis pelo planejamento e execução das ações que serão desenvolvidas para a conscientização desses alunos.

A proposta foi encaminhada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ).