Cidades

Morre Dona Marilda, ex-primeira dama de Goiás

Morreu na madrugada de quinta-feira (5)  Marilda Fontoura de Siqueira, ex-primeira-dama de Goiás, viúva do ex-governador Otávio Lage e mãe dos ex-prefeitos dse Goianésia, Otavinho e Jalles Fontoura. Dona Marilda completaria 96 anos no dia 23 de abril.

Marilda Fontoura deixa um legado precioso na área social do Estado de Goiás. Ela foi a primeira primeira-dama do Estado a ser presidente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) depois que a Arquidiocese de Goiânia transferiu o controle da entidade às primeiras-damas estaduais. Ela ocupou o cargo durante a gestão do então governador Otávio Lage de Siqueira (1966-1971).

Dona Marilda, como carinhosamente era conhecida, foi presidente do Conselho de Obras da Comunidade, entidade responsável pela fundação da Casa do Interior de Goiás (Cigo), que começou a funcionar numa época em que a maioria dos municípios não tinha estrutura de saúde e que representou no passado e representa, ainda hoje, um importante apoio para as pessoas do interior que buscam tratamento de saúde em Goiânia. Como primeira-dama do Estado, ela também foi responsável pela construção da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, em Goiânia.

Também foi primeira-dama da cidade de Goianésia, onde morava. Além do trabalho social realizado por meio de ações políticas, sempre prestou apoio a entidades sociais do município e da região. Aos que conviviam com ela, deixa um legado de humildade, simplicidade, valores de família e de humanidade.

Ao lado do marido e filhos, Dona Marilda ajudou a construir o Grupo Otávio Lage, que atua nas áreas da agricultura, comunicação, setor imobiliário, pecuária, seringueira e setor sucroenergético, sendo acionista majoritário da Jalles.

Jornalista e Escritor

× Fale Conosco