Cidades

Goiás recebe R$ 84 milhões para setor de Turismo

Com a meta de fortalecer a cadeia produtiva do turismo no Estado, o governador Ronaldo Caiado, acompanhado dos ministros Gilson Machado Neto (Turismo) e João Roma (Cidadania), anunciou, nesta sexta-feira (20), em Goiânia, o repasse de R$ 84 milhões em linhas de crédito para o setor, considerado um dos mais impactados pela pandemia da Covid-19.

Os recursos do Governo Federal são do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) e serão disponibilizados via Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento). A ação tem como objetivo ampliar investimentos e assegurar a manutenção de empregos e empresas. Ainda na capital, com presença do prefeito Rogério Cruz, o chefe do Executivo estadual e os gestores federais também participaram da entrega de 22 veículos que darão mais mobilidade à assistência social do município e da Região Metropolitana.

“Estamos escrevendo um momento histórico ao impulsionar a cadeia produtiva do turismo em Goiás”, afirmou o governador. Em seu discurso, no Palácio das Esmeraldas, Caiado agradeceu a parceria com o Governo Federal. Também disse ser apaixonado pelas belezas naturais do Estado e que tem trabalhado para ampliar ações de valorização ao patrimônio histórico material e imaterial do Cerrado. “Nosso povo é ordeiro, trabalhador e determinado. Que possamos, cada vez mais, ter uma gestão avançada, pautada no diálogo e voltada aos mais humildes”, projetou.

Do valor total, a GoiásFomento já liberou R$ 19,5 milhões em 289 contratos de operação de crédito, com expectativa de gerar ou preservar 2.067 postos de trabalho. Outros R$ 13,7 milhões estão aprovados e em processo de contratação, alocados em 306 contratos de operação de crédito, e com expectativa de gerar ou preservar 1.896 empregos. Há ainda R$ 3,9 milhões em análise. “Esses investimentos são fundamentais para a recuperação do turismo”, afirmou o ministro Gilson Machado Neto, ao explicar que além do valor destinado para Goiás, o Governo Federal também aportou recursos via Caixa Econômica Federal (R$ 1,2 bilhão) e BRB (R$ 521 milhões). Ambos voltados para o setor turístico.

Do total de recursos, a GoiásFomento tem ainda R$ 46,7 milhões disponíveis para que o empresariado do setor de turismo possa contratar, e alavancar a sua empresa, em especial agora, em que a economia dá os primeiros passos na retomada pós-pandemia.

O setor de turismo foi um dos mais impactados com as restrições impostas pela Covid-19. Em Goiás, o Estado amplia os investimentos para assegurar que empresas do segmento tenham capital e continuem a gerar emprego e renda em seus municípios.

Jornalista e Escritor

× Fale Conosco