Esporte

Estudantes goianos obtêm bom desempenho na primeira fase dos Jogos Escolares da Juventude

Com destaque para as medalhas conquistadas no judô e no atletismo, Goiás demonstra, mais uma vez, evolução em suas performances e resultados na maior competição esportiva escolar da América Latina, os Jogos Escolares da Juventude. Ao todo participam 4.043 alunos-atletas de delegações do país inteiro, representando 475 cidades. A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) enviou estudantes para a competição sediada em Curitiba (PR).

De acordo com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), os Jogos Escolares se consagram ano a ano como maior evento estudantil do país, daí a importância da participação no evento que historicamente revela o futuro olímpico esportivo do Brasil. Os responsáveis pelas seleções de base brasileira, bem como vários técnicos, treinadores e olheiros acompanham de perto a competição.

Essa primeira semana dos jogos foi dedicada às modalidades esportivas individuais. Estudantes atletas de todo o Brasil foram em busca de medalhas no atletismo, badminton, ciclismo, judô, ginástica rítmica, luta olímpica, natação, tênis de mesa e xadrez.

Resultados

Conforme balanço e relatório da participação de Goiás nos Jogos, conquistou já no primeiro dia de competição, dia 13, uma medalha de bronze no judô – categoria meio pesado, com a estudante Maria Paula Dias Lizardo do CPMG Hugo de Carvalho Ramos. Já a judoca Geovana, do Colegiado Estadual de Val Paraíso conquistou no final do segundo dia, quarta-feira, dia 14, outra medalha de bronze para o judô goiano, agora na categoria peso leve.

Na última competição da fase individual, a equipe masculina da categoria judô por equipes de Goiás foi vice-campeão, ganhando a medalha de prata, numa disputa acirrada onde, para chegar ao pódio, foram vencendo equipes de vários estados, inclusive a equipe anfitriã de Curitiba.

As outras modalidades avançaram nas vitórias e classificação final. O Judô feminino, luta olímpica, tênis de mesa e ciclismo fecharam as competições em 5° lugar. O xadrez, atletismo em geral, badminton, natação e tênis de mesa chegaram muito perto de alcançar medalhas.

É ouro!

Aos 13 anos, o estudante de Anápolis, Gabriel Douglas, se tornou campeão brasileiro na sua primeira participação numa competição nacional.  Menino humilde, tímido, mas de sorriso fácil, conseguiu superar muito mais que seus adversários na pista. Venceu e vence diariamente a desconfiança, dificuldades do dia a dia, problemas estruturais e sobretudo aqueles que já tentaram desviar seu caminho.

Morador da periferia, o estudante convive, assim como todos na maioria dos bairros periféricos e de baixa renda do país, com a violência e o assédio da criminalidade. “Correr em busca de um sonho, alcançar objetivos e se transformar, ao contrário da realidade onde muitos correm em favor do mal, são grandes legados que o esporte pode fazer por vários jovens estudantes”, falou o chefe da delegação de Goiás, o superintendente de Desporto Educacional Maurício Roriz.

Gabriel Douglas ganhou a prova de 1.000 metros conquistando a primeira medalha de ouro desta edição dos Jogos Escolares para o estado de Goiás. Apesar do equilíbrio entre os adversários, ele venceu de ponta a ponta todo o percurso, alcançando o tempo de 2’41”. “Quero dar uma casa para minha mãe, chegar às Olimpíadas e quem sabe conquistar uma medalha para meu país”, falou Gabriel que, por meio dessa vitória, se classificou para sua primeira competição internacional, o campeonato Sul-Americano.

No domingo, dia 17, os Jogos Escolares continuaram a todo vapor, com o início das modalidades coletivas: basquete, futsal, handebol e vôlei. Este ano, o evento da categoria infanto-juvenil, é organizado e realizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizado pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo. Conta com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Prefeitura de Curitiba e do Governo do Estado do Paraná.

Jornalista e Escritor

Deixe um comentário

× Fale Conosco