BASTIDORES POLÍTICOS
26 de agosto de 2020

Pedro Gonçalves anuncia pré-candidatura em projeto que une pela primeira vez na história de Goianésia MDB e PSDB

O advogado Pedro Gonçalves, em coletiva de imprensa, na tarde de terça-feira (25), anunciou que é pré-candidato a prefeito de Goianésia pelo MDB. Ele confirmou ainda os rumores que circulam na cidade: buscará consolidar uma aliança com o PSDB, tradicional adversário.

O nome de Pedro surgiu com o anúncio do presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, de que o partido não irá apoiar o prefeito Renato de Castro, que alimentava o sonho de uma candidatura à reeleição. Como em Goianésia não há diretório e sim uma comissão provisória, o destino do MDB na cidade está nas mãos de Daniel Vilela.

Em 2018, Renato resolveu abraçar a candidatura de Ronaldo Caiado (DEM) ao governo, em detrimento do então aliado, Daniel Vilela. E não apoiou também as candidaturas de Marcos Pernambuco (PDT) a deputado estadual e Dr. Marcos Vinícius (MDB) a deputado federal. Caminhou com Lineu Olimpio, de Jaraguá, e Jovair Arantes, ambos do PTB. Um pouco antes não demonstrou apreço à pré-candidatura de Pedro Gonçalves a deputado estadual, que acabou desistindo.

Após essas decisões, uma das duas coisas era esperada: a expulsão de Renato do MDB ou uma reaproximação com o presidente do partido na cidade, Giovani Machado e com o próprio Daniel Vilela. Nada disso aconteceu. Renato seguiu no MDB. Não quis mudar de partido durante a janela partidária. Como agora não pode mais mudar de partido para disputar a eleição, a tendência é que ficará de fora do pleito.

A tendência é que esta novela ganha novos capítulos nos próximos dias. É provável que o prefeito Renato tente reverter a situação  ou que tenha um plano B, que seria o apoio a um nome que sairia de um dos seus partidos aliados, principalmente DEM, PTB ou Podemos.

Com esse desfecho, lideranças do PSDB e do MDB passaram a conversar e estão costurando uma aliança, que pode envolver ainda o nome do delegado Marco Antônio Maia – pré-candidato a prefeito do PSDB – numa possível chapa com Pedro. O que era um flerte já começa a ganhar ares de namoro e caminha para um surpreendente casamento.