Política

Renato de Castro toma posse como presidente da Codego

O ex-prefeito de Goianésia, Renato de Castro (MDB) foi empossado na manhã de segunda-feira (15) pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) como novo presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego). Renato ocupou por pouco mais de um mês o cargo de secretário da Casa Civil na gestão do prefeito Leonardo Menezes. Ele havia prometido em palanque que exerceria a função no governo do primo e afilhado político.

Ao empossar Renato de Castro como presidente da Codego, Caiado enalteceu o trabalho feito pelo empresário Hugo Goldfeld, ex-presidente da companhia. O governador afirmou que ele “se colocou à inteira disposição para tudo aquilo que pudesse contribuir”. “Homem sério, de caráter, honesto e que fez seu período de gestão com muita competência na Codego”, frisou.

Renato de Castro é natural de Goianésia, município em que já foi eleito vice-prefeito e prefeito. O novo presidente da Codego também exerceu mandato de deputado estadual. Economista de formação, Renato avalia que um dos desafios à frente do cargo será fortalecer o crescimento econômico de Goiás. “Setor público não tem que ser problema, tem que ser solução”, defendeu. O novo titular da companhia garantiu trabalho diuturno. “Vamos tratar o empresário como aquele que é talvez a peça mais importante do nosso desenvolvimento”, defendeu.

O vice-governador, Lincoln Tejota, destacou que Renato de Castro terá o desafio de encontrar, junto aos demais órgãos de governo, soluções para o pós-pandemia. Ele também reforçou que uma das ações será a geração de emprego. “Acredito muito que você veio num momento certo, em que a Codego tem que dar uma resposta positiva”, disse. “Vamos fortalecer a instalação de polos industriais e tenho certeza que vamos colher o resultado de um trabalho excelente”, garantiu.

Com a ida de alguém de Goianésia para o primeiro escalão do Governo, a expectativa é que a cidade possa ter prioridade em benefícios junto à gestão de Ronaldo Caiado. O gesto do governador em oferecer um cargo a Renato é uma forma de prestigiar o aliado, que não pôde ser candidato a reeleição, e ao mesmo tempo prestigiar Goianésia. Renato tem dito a aliados que pretende disputar o mandato de deputado federal em 2022.

Jornalista e Escritor

× Fale Conosco